Anvisa aprova uso de remédio da Pfizer para combater a Covid-19

Anvisa aprova uso de remédio da Pfizer para combater a Covid-19 | Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial do medicamento Paxlovid, desenvolvido pela farmacêutica norte-americana Pfizer, produzido para o combate à Covid-19. 

A Anvisa recebeu o pedido para registro emergencial em 15 de fevereiro, e a Diretoria Colegiada do Órgão decidiu aprová-lo em reunião nesta quarta-feira (30), após o processo de análise. 

O Paxlovid é indicado para o tratamento da doença em adultos que não requerem oxigênio suplementar e que apresentam risco aumentado de progressão para Covid-19 grave.

Além do Brasil, o remédio da Pfizer já foi aprovado em mais de sete países, como Estados Unidos, Canadá, China, Austrália, Japão, Reino Unido e México. O Paxlovid também é autorizado pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

É importante pontuar que o tempo de uso máximo do medicamento é de cinco dias. Até o momento, não existem estudos que verifiquem a segurança e a eficácia do antiviral da Pfizer em grávidas. Assim, a Anvisa orienta que o uso seja evitado para gestantes, “como medida preventiva, até sete dias após o término do tratamento”.   

O remédio também não é indicado para pacientes com insuficiência renal grave ou com falha renal, pois a dose segura para este grupo ainda não foi estabelecida.