Arthur Lira chama Petrobras de “criança mimada”

Presidente da Câmara, Arthur Lira | Foto: Reprodução

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse que a Petrobras “é uma criança mimada, sempre tratada historicamente com excessiva complacência”. A afirmação foi dada em um artigo de Lira publicado em jornal, criticando reajuste no preços dos combustíveis

O artigo foi para o portal Folha de S. Paulo. Lira ainda disse que o comando da Petrobras foi “sequestrado por um presidente ilegítimo” que “pratica o terrorismo corporativo como vingança pessoal” contra Jair Bolsonaro.

Para Lira, a estatal se apresenta como uma “costela estatal” quando quer tratamento privilegiado do Estado.

“Mas, na hora em que lucra bilhões e bilhões em meio à maior crise da história do último século, ela grita o coro da ‘governança’ e se declara uma capitalista selvagem. Chegou a hora de tirar a máscara da Petrobras.”

Neste domingo (19), Lira disse que “se a Petrobras decidir enfrentar o Brasil, ela que se prepare: o Brasil vai enfrentar a Petrobras”.

“Não queremos confronto, não queremos intervenção. Queremos apenas respeito da Petrobras ao povo brasileiro. Se a Petrobras decidir enfrentar o Brasil, ela que se prepare: o Brasil vai enfrentar a Petrobras. E não é uma ameaça. É um encontro com a verdade”, escreveu em sua rede social.