Baile funk reúne centenas de pessoas no litoral de São Paulo

Um baile funk reuniu centenas de pessoas na comunidade do México 70, na Vila Margarida, em São Vicente, no litoral paulista. Os participantes não utilizavam máscaras de proteção facial e não respeitavam o distanciamento social, medidas preventivas contra à Covid-19. 

Os moradores do bairro se sentiram incomodados com a situação e acionaram a Polícia Militar que, segundo eles, não compareceu no local.

Na imagem em destaque, é perceptível a grande aglomeração de pessoas, sem máscaras e distanciamento social no baile funk. A festa começou na noite do último sábado (6) na Rua do Meio, no bairro Vila Margarida, e terminou por volta das 10h de domingo (7), de acordo com os moradores.

Segundo um morador, que não quis ser identificado, os bailes funk acontecem todos os sábados no local, desde o ano passado.

 “A gente que mora aqui não aguenta mais e só acaba quando dá 10h. A gente chama a polícia, eles não vem. Ligamos na Prefeitura e nada também. Ninguém consegue dormir”, afirma.

Além do barulho, carros com música alta e aglomeração, o morador relata que outro problema é a sujeira deixada nas ruas após o evento.

“Fica muita sujeira e cada morador tem que limpar sua porta. Os moradores daqui estão querendo vender suas casas porque não aguentam mais”, disse.

Em nota, a Prefeitura de São Vicente informou, por meio da Guarda Civil Municipal (GCM), que não registrou nenhum chamado com relação à festa no México 70 e que denúncias podem ser feitas no telefone 153.