Boris Johnson renuncia ao cargo de primeiro ministro do Reino Unido

Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido | Foto: Reprodução

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, renunciou ao cargo após uma crise causada por um escândalo sexual em seu governo e a saída de dezenas de ministros. A renúncia foi confirmada na manhã desta quinta-feira (7), quando Johnson fez um pronunciamento à imprensa britânica.

Johnson ficará no cargo até que um novo primeiro-ministro seja definido pelo Partido Conservador, que indicará um substituto que deverá ser aprovado pela Rainha Elizabeth. 

Em seu discurso, o britânico afirmou que estava “triste em deixar o melhor trabalho do mundo”. 

Na terça-feira (5), um ex-funcionário do Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido acusou a equipe de Johnson de mentir sobre um funcionário do Partido Conservador com histórico de acusações de abuso. Segundo esse ex-funcionário, Johnson sabia das acusações, mas decidiu manter a nomeação de Chris Pincher ao cargo. 

A repercussão do caso foi rápida e mais de 40 membros de seu gabinete e ministros renunciaram aos cargos nos últimos dias.