Canadá aprova o uso de remdesivir contra o coronavírus

O Canadá autorizou, nesta terça-feira (28), o uso do antiviral remdesivir em casos graves de pacientes com a COVID-19.
“O remdesivir é a primeira droga que a Agência de Saúde do Canadá autoriza para o tratamento da COVID-19”, informou a pasta da Saúde.
Pelo menos dois grandes estudos nos Estados Unidos demonstraram que esse medicamento pode reduzir o tempo de internação de pacientes com o novo coronavírus.
Washington autorizou em 1º de maio o uso do antiviral em casos de emergência, originalmente usado para o tratamento do Ebola. Vários países asiáticos seguiram o mesmo caminho e autorizaram o uso da droga, incluindo o Japão e a Coreia do Sul.
Canadá disse que o remdesivir só poderá ser utilizado em pacientes com COVID-19 que apresentarem pneumonia e tiverem a necessidade de mais oxigênio para respirar.
As doses que serão usadas no Canadá serão fabricadas pela companhia norte-americana que desenvolveu o medicamento, a Gilead Sciences.
Antes de julho, a Comissão Europeia também autorizou o uso do remdesivir contra o coronavírus.
Até terça-feira, o Canadá contabilizou 114.800 casos e mais de 8.900 mortes.

Foto: Reprodução