CBF anuncia diárias iguais para homens e mulheres

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou, nesta quarta-feira (02), que as premiações para atletas das seleções masculina e feminina vão ser iguais.
Graças à medida, as jogadoras convocadas para a seleção feminina vão receber em cada oportunidade o os mesmos valores que Neymar e outros astros da seleção masculina, inclusive para as premiações de jogo.

“Ou seja, não há mais diferença de gênero em relação à remuneração entre homens e mulheres. A CBF está tratando de forma equânime, absolutamente equânime homens e mulheres”, disse Rogério Caboclo, Presidente da Confederação Brasileira de Futebol.

A Federação Australiana de Futebol foi a primeira a promover igualdade de remuneração entre homens e mulheres, em novembro de 2019, movimento seguido, agora, pela CBF.
Em maio, as campeãs mundiais americanas foram derrotadas na Justiça depois que um magistrado rejeitou seu pedido de igualdade salarial.
A CBF garantiu que a decisão foi comunicada desde março às jogadoras e à técnica da seleção brasileira feminina, a sueca Pia Sundhage.
A determinação vai ser aplicada, a princípio, nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021, onde a seleção vai participar com as equipes masculina e feminina.

Confira a matéria:

Foto: AFP