Ceará registra diminuição de roubos e furtos no primeiro mês de 2021

O ano de 2021 começou com diminuição de roubos e de furtos no Ceará. Conforme dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) de janeiro deste ano, os Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) – roubos em geral – diminuíram 3,4% e os furtos, 25,7%, no comparativo com igual período do ano passado. A Pasta ainda não divulgou os números de homicídios.

Foram 4.771 roubos no mês passado em todo Estado e 4.940 ocorrências deste tipo em janeiro de 2020. No comparativo de furtos, foram registrados 3.801 no primeiro mês do ano corrente, contra 5.118 casos, em janeiro do ano anterior.

O titular da SSPDS, Sandro Caron, afirma que os índices são indicativo de muito esforço empregado pelas forças policiais do Estado e pelo planejamento de ações focadas na prevenção de crimes graves:

“Esses crimes impactam muito na percepção de segurança do cidadão, são crimes de extrema gravidade. A estratégia empregada deste o início do ano já vem trazendo os primeiros frutos. Começamos o ano com essa redução e fica aqui o compromisso da Secretaria da Segurança Pública na continuidade dessas ações, na intensificação dessas operações, das investigações e das abordagens realizadas pela Polícia Militar”.

No número de roubos, a SSPDS destacou os resultados da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e da Capital, que apresentaram queda de 18,9% e 3,4%, respectivamente. A RMF saiu de 903 registros para 732, enquanto a Capital apresentou 3.306 roubos em janeiro deste ano, contra 3.424 do ano passado.

Já no número de furtos, todas as regiões (Fortaleza, RMF, Interior Norte e Interior Sul) apresentaram queda, com destaque para a Capital, que reduziu 29,7%, saindo de 3.011 casos em 2020 para 2.116 neste primeiro mês do ano.

As prisões e apreensões realizadas pelas Forças de Segurança do Estado contribuíram para as reduções desses índices, segundo a Pasta. Somente no mês de janeiro, 2.524 suspeitos de cometerem crimes (entre adultos e adolescentes) foram capturados pela Polícia, em todo Estado. A média foi de 81 capturas por dia.