Contrária ao Passaporte de Vacinação no Ceará, vereadora Priscila Costa solicita audiência pública

A vereadora conservadora Priscila Costa requereu à Câmara Municipal de Fortaleza uma audiência pública para tratar da criação do Passaporte de Vacinação. A parlamentar é contrária à instituição do documento.

“Entendemos que o debate de ideias é importante, tendo em vista o passaporte vacinal ser um instrumento de restrição de direitos e liberdades individuais do cidadão que optar pela não vacinação, algo com implicação direta na vida do fortalezense”, pontua a parlamentar. Atualmente, o requerimento está na Comissão de Saúde da CMFor.

“Pedi celeridade para a realização da audiência. Quem resolveu não se vacinar por questões médicas ou particulares pode ser segregado e até visto como um cidadão de segunda categoria. Não queremos isso. Todos são iguais. Que o governador Camilo Santana repense essa iniciativa”, destacou Priscila Costa.

De acordo com a vereadora, a Câmara irá tratar de forma plural e democrática o tema com a devida relevância.