CPI da Pandemia: Luana Araújo diz que “tratamento precoce é estupidez”

Confira algumas das falas da medica infectologista.

Nesta quarta feira (2), a médica infectologista Luana Araújo foi ouvida na CPI da Covid, a fim de relatar o motivo da sua demissão do cargo de Secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, que ocorreu 10 dias depois da sua contratação.

A Drª se declarou contra o uso da Cloroquina e de um tratamento precoce, fazendo a seguinte declaração, “Todos nós somos a favor de uma terapia precoce que exista. Mas se ela não existe, não pode ser tornada saúde pública. Tratamento precoce é estupidez. É como a gente escolher a borda da Terra plana da qual a gente vai pular”.

Em seguida, a mesma explicou os motivos das medidas de proteção, afirmando que, “Ninguém tirou a ideia de máscaras, ou distanciamento, ou higiene de mãos do nada. Existe uma razão clara, óbvia, técnica.”