Dias Toffoli deixa oficialmente a presidência do STF

O ministro Dias Toffoli recebeu homenagens nesta quarta-feira (9) ao participar da última sessão como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). O presidente Jair Bolsonaro participou da sessão.
Ministro do tribunal desde 2009, Toffoli assumiu a presidência do STF em setembro de 2018. Nesta quinta-feira (10), o ministro Luiz Fux, atual vice-presidente, tomará posse como novo presidente do tribunal.
Durante a sessão desta quarta, Toffoli anunciou que todas as sessões até o fim do ano continuarão por videoconferência em razão da pandemia de coronavírus.
Em seguida, foi exibido um vídeo do ministro aposentado Sepúlveda Pertence. Na gravação, Pertence disse que Toffoli se mostra um juiz exemplar e que críticas são inevitáveis ao protagonismo.

Bolsonaro

Na sequência, o ministro Alexandre de Moraes anunciou a entrada do presidente Jair Bolsonaro, cuja presença não estava prevista na sessão. Bolsonaro chegou acompanhado dos ministros José Levi (Advocacia-Geral da União), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral) e Fernando Azevedo e Silva (Defesa).
Toffoli, então, convidou Bolsonaro a sentar-se ao seu lado no plenário e afirmou que sempre que vai ao Congresso Nacional senta à mesa.

“O gesto de sua excelência de vir aqui é um gesto em homenagem à Corte, é um gesto em homenagem ao STF, é um gesto em homenagem à democracia. Muito obrigado”, disse Toffoli a Bolsonaro.

No discurso, Bolsonaro disse que estava “emocionado” porque conhece Toffoli há mais de 20 anos e vê o ministro como um “honrado advogado”, que buscou o entendimento e o diálogo “em momentos difíceis”.
Bolsonaro disse ainda que pretende indicar para o Supremo alguém que “coopere” com o tribunal. O ministro Celso de Mello se aposentará neste ano.

“Peço a Deus que me ilumine quando a oportunidade se fizer presente, pela idade, de indicar alguém que possa realmente cooperar com esta Casa, com as suas responsabilidades, porque aqui, e muitas vezes, e não apenas no Executivo, está em jogo a felicidade de um povo e o destino de uma nação”, declarou o presidente.

Ao se dirigir a Toffoli, Bolsonaro declarou: “Prezado Dias Toffoli, continue na sua jornada, serás feliz com toda a certeza na turma que comporá daqui para a frente.”
E, ao se dirigir a Fux, concluiu: “E pode contar, prezado Fux, com o apoio do governo federal. Se precisar de nós, estamos à disposição, assim como vossa excelência falou para mim, o que eu precisar do Supremo Tribunal Federal, assim como tive com senhor Dias Toffoli, terei também com vossa excelência.”
Com informações do portal G1