Governadores assinam carta contra fim do piso para saúde e educação

Nesta quarta-feira, 24, os governadores do Nordeste publicaram uma carta contra o fim do gasto mínimo para saúde e educação, proposta defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. O texto foi assinado pelos governadores dos nove estados da região, todos de partidos de oposição, independentes ou mesmo aliados do presidente Jair Bolsonaro.

A extinção do piso para recursos aplicados em saúde e educação está prevista no relatório da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, elaborado pelo senador Márcio Bittar (MDB-AC), alinhado com o pedido da equipe econômica.

O projeto dá suporte para que seja lançada uma nova rodada do auxílio emergencial em 2021 e, como quer Guedes, elabora um mecanismo para controle do aumento de despesas em momentos de crise nas contas públicas.

A expectativa era de que o texto fosse votado nesta quinta-feira, 25, mas, diante de críticas à proposta de acabar com o gasto mínimo para saúde e educação, a análise da PEC pode ficar para a próxima semana.