Pequim (AFP) – O grupo imobiliário chinês Sunshine 100 anunciou nesta segunda-feira (6) que não cumpriu o pagamento de um título de alto valor por problemas de liquidez, em meio ao aumento dos controles do governo sobre o setor endividado.O consórcio, com cotação em Hong Kong, afirmou que não conseguiu arcar com o pagamento de US$ 179 milhões por um título que venceu no domingo, assim como os juros.A inadimplência foi provocada por “problemas de liquidez devido ao impacto adverso de vários fatores, incluindo o ambiente macroeconômico e o setor imobiliário”, afirmou a empresa em mensagem à Bolsa de valores.A Sunshine 100 tem lutado para saldar suas dívidas este ano e, em agosto, também deixou de pagar um título.A empresa tem atualmente 385 milhões de dólares em notas pendentes, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.A indústria imobiliária chinesa, chave para o crescimento da segunda maior economia do mundo, estagnou nos últimos meses, depois que Pequim tornou mais rígidas as regras para a compra de casas e impôs normas regulatórias mais severas contra a especulação.As medidas viraram uma dor de cabeça para os grandes grupos do setor, em especial o Evergrande, o segundo maior do país.Evergrande, com dívida que 300 bilhões de dólares, conseguiu evitar um calote, mas tem títulos de 82,5 milhões de dólares com vencimento nesta segunda-feira, ao final de um período de carência de 30 dias, segundo a Bloomberg.Outra empresa imobiliária, Kaisa, afirmou na semana passada que não conseguiu concretizar uma troca de dívida que teria permitido ganhar tempo para recomprar alguns de seus títulos.