Guedes defende congelamento de preços nos supermercados até 2023

O ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: Reprodução

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu o congelamento dos preços nos supermercados até o ano que vem. O ministro participava de um evento com empresários do setor. 

“Nova tabela de preços só em 2023. Vamos parar de aumentar aí, dois, três meses. Nós estamos em uma hora decisiva para o Brasil”, disse o ministro.

De acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgado hoje, a inflação acumulada de 12 meses está em 11,73%. Em maio, houve desaceleração para 0,47% após alta de 1,06% em abril.

Segundo Guedes, o país será o 1º a sair da crise inflacionária mundial. Ele também afirmou, porém, que sabe que a margem de lucro dos supermercados está estreita, mas que o pedido vale para toda a cadeia produtiva.