Teerã (AFP) – O Irã afirmou nesta segunda-feira que está pronto para retomar as conversações sobre o programa nuclear, mas com base no rascunho apresentado na semana passada, e acusou as potências ocidentais pela estagnação do diálogo em Viena. Na semana passada, a República Islâmica voltou a sentar à mesa de negociações em Viena para tentar ressuscitar o acordo internacional de 2015 sobre o programa nuclear de Teerã. Na quarta-feira, o Irã apresentou dois rascunhos para a suspensão das sanções dos Estados Unidos e sobre as atividades nucleares, mas tanto os europeus como os Estados Unidos acusaram o Irã de “recuo”. Nesta segunda-feira, o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Said Khatibzadeh, respondeu e afirmou que as propostas do país são “totalmente negociáveis” e acusou as outras partes de entrar em um “jogo de acusações”.