João Doria mantém pré-candidatura à Presidência da República

Doria mantém pré-candidatura à Presidência da República | Foto: Reprodução

O governador do estado de São Paulo, João Dória (PSDB), renunciou ao governo de São Paulo e manteve a pré-candidatura à Presidência da República nas eleições deste ano. Nesta quinta-feira (31), grandes jornais anunciaram que o parlamentar iria desistir das eleições presidenciais, o que de fato poderia acontecer.

No entanto, após a repercussão e  apoio do partido, Doria não desistiu de ser tornar o futuro presidente do Brasil. 

Com isso, quem assume o cargo de governador do estado será o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB), que se escala como pré-candidato à eleição estadual para tentar manter o PSDB no comando do governo de São Paulo.

O parlamentar foi o vencedor das prévias do PSDB, que foram realizadas em novembro de 2021, para definir o candidato do partido a presidente em outubro. Porém, o então governador continuou enfrentando resistência de grupos do partido, principalmente por tucanos importantes como Aécio Neves e Tasso Jereissati.

Doria se sentiu ameaçado, após seu adversário nas prévias, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciar a renúncia ao governo estadual e afirmar que cogita ser candidato a outros cargos eleitorais, incluindo para presidente.

Doria afirmou que as tentativas de parte do PSDB de reverter sua candidatura presidencial seriam um “golpe”.