Jovens aprendizes realizam protesto em Fortaleza contra medida provisória que retira direitos do programa

Manifestação contra a MP nº 1.116 | Foto: Reprodução

Jovens  inscritos no Programa Jovem Aprendiz realizaram um  protesto, nesta segunda-feira (16), na Praça da Imprensa, no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, contra a medida provisória nº 1.116, que estabelecida pelo governo federal que reduz a cota de aprendizagem do projeto.

A Medida Provisória extingue cerca de 432 mil vagas para jovens no Brasil, pelas projeções da autoria fiscal do Trabalho. Ou seja, a redução de 46% do total de vagas existentes.

Nos cartazes havia frases como “Educação não é gasto, é investimento”, “Nenhum aprendiz a menos” e “Não a MP 1116”, os jovens contestam as mudanças previstas na medida, com uma redução estimada de 400 mil vagas para jovens aprendizes, segundo informações da Auditoria Fiscal do Trabalho.

A manifestação foi organizada pelo Fórum Cearense de Aprendizagem Profissional, com apoio da Associação Beneficente O Pequeno Nazareno (OPN) e outras entidades.