Eunício terá que pagar R$ 50 mil de indenização a Ciro Gomes | Foto: Reprodução

O ex-senador Eunício Oliveira (MDB) foi condenado a indenizar R$ 50 mil ao ex-ministro Ciro Gomes (PDT) por danos morais. Esta decisão é 23ª Vara Cível do Ceará e foi consequência de uma fala de Eunício durante entrevista à rádio O POVO CBN, em 2015. Na época, ele teria afirmado que Ciro seria um “batedor de carteira, sem escrúpulos, e cooptador de partido”.

Para tingir Ciro, Eunício arrematou um apartamento leiloado para pagar indenização devida pelo pedetista ao ex-presidente Fernando Collor de Mello.

“Cumpre enfatizar que o pronunciamento do requerido em relação ao autor atinge diretamente sua imagem, visto que dirigiu ao promovente palavras ofensivas”, disse a juíza Fabrícia Ferreira de Freitas, responsável pela decisão.

A defesa de Eunício argumentou que, na época em que fez as declarações, ele estaria “isento do dever de indenizar, visto que tem imunidade parlamentar formal e material”. Ainda, alegou que “a conduta do Requerido se pautou em críticas inerentes ao mandato”.

Ciro teria pedido uma indenização no valor de por danos morais no valor de R$ 100 mil. No entanto, a Justiça entendeu que os R$ 50 mil de indenização atende aos “princípios da razoabilidade e proporcionalidade”. O ex-senador ainda pode entrar com recurso contra a decisão.