Liverpool (AFP) – Apesar de ficar logo no início com um jogador a menos devido à expulsão de Granit Xhaka, o Arsenal resistiu com um empate em 0 a 0 em sua visita ao Liverpool, nesta quinta-feira, pelo jogo de ida das semi-finais da Copa da Liga inglesa. Este resultado em Anfield deixa o confronto em aberto antes do jogo de volta, que será disputado na quinta-feira da próxima semana em Londres. Esta semifinal era para ter tido seu jogo de ida semana passada, mas o surto de covid-19 no Liverpool forçou o adiamento desse jogo. A outra semifinal já foi decidida. O Chelsea, que havia vencido por 2 a 0 na ida, venceu o Tottenham também no segundo jogo, por 1 a 0, na quarta-feira garantindo assim sua vaga na final, em 27 de fevereiro. Mas para saber quem será o adversário dos ‘Blues’ na final em Wembley, será preciso esperar e as previsões parecem difíceis entre Arsenal e Liverpool, depois do que foi visto no jogo de ida nesta quinta-feira. O Liverpool enfrentou o duelo com vários desfalques, devido a lesões, covid e a Copa Africana das Nações (CAN). O Arsenal também teve ausências, uma delas de última hora, a do norueguês Martin Odegaard, que testou positivo para o coronavírus.A missão do Arsenal se complicou aos 24 minutos com a expulsão de Xhaka. Em uma bola longa dos ‘Reds’, o suíço tentou alcançá-la, mas seu pé acertou a barriga de Diogo Jota, que vinha por trás. O árbitro tirou o vermelho direto, em meio a muitos protestos dos ‘Gunners’. Essa inferioridade numérica fez com que o Arsenal intensificasse seus esforços defensivos. O Liverpool teve dificuldade para criar chances, perdendo nomes como Mohamed Salah e Sadio Mané, que estão com suas seleções (Egito e Senegal, respectivamente), na Copa Africana em Camarões. Roberto Firmino e Takumi Minamino assumiram a responsabilidade de substituí-los, sem sucesso. O jogador japonês simbolizou a noite ruim do Liverpool, não conseguindo acertar seus disparos na direção do gol. Ele chutou cruzado demais em uma grande oportunidade após uma boa assistência de Andrew Robertson (68), antes de mandar alto quando parecia ter tudo a seu favor após uma saída errada de Aaron Ramsdale aos 90 minutos. O Arsenal poderia até ter vencido, mas o goleiro brasileiro Alisson Becker impediu, principalmente com uma bosa defesa aos 72 minutos em uma tentativa de Bukayo Saka.