Maurício declara emergência ambiental após derramamento de petróleo

O primeiro-ministro de Maurício, Pravind Jugnauth, declarou estado de emergência ambiental e pediu ajuda da França para lidar com um derramamento de petróleo causado por um navio que encalhou em um recife.
O premiê disse que o naufrágio representa um perigo para Maurício, já que o país, costa sudeste da África, não tem experiência nem meios para resgatar navios.

Força Aérea

Logo depois, a embaixada francesa informou que um avião da Força Aérea estacionado na Ilha da Reunião faria duas viagens para analisar a situação do navio encalhado e o nível de contaminação na área.
A embarcação MV Wakashio encalhou em 25 de julho.

Imagem: Reprodução

O navio pertence a uma fabricante japonesa. Tem bandeira panamenha e transportava 3.800 toneladas de combustível que começaram a vazar.
Muito frequentada por suas lagoas e praias paradisíacas, Maurício é um importante destino do turismo internacional.

Confira a matéria:

Foto: AFP