Moro critica atitude de Bolsonaro diante da guerra entre Rússia e Ucrânia

Moro critica atitude de Bolsonaro diante da guerra entre Rússia e Ucrânia | Foto: Reprodução

O pré-candidato à Presidência da República, Sergio Moro (Podemos), publicou nesta segunda-feira (28) criticou a atitude do presidente Jair Bolsonaro diante da guerra entre a Rússia e a Ucrânia em suas redes sociais. Moro também escreveu uma mensagem de apoio à Ucrânia.

Em inglês, o ex-juiz disse que o presidente Jair Bolsonaro (PL) apoia o presidente russo Vladimir Putin, e que tal apoio “não representa os brasileiros”.

No sábado, Moro já havia criticado as falas do chefe do Executivo sobre o conflito. Ele disse que Bolsonaro e PT estão alinhados à Venezuela, Nicarágua e Cuba, que declararam apoio à Rússia na guerra contra a Ucrânia. 

Brasil votou pela condenação da Rússia

Na última sexta-feira (25), o Conselho de Segurança da ONU se reuniu na sede das Nações Unidas em Nova York, para discutir o conflito entre Rússia e Ucrânia. Uma resolução que condena a invasão russa e pede a retirada imediata das tropas foi apresentada e votada pelos membros do Conselho.

Dos 15 membros, 11 votaram a favor da medida, três se abstiveram (China, Emirados Árabes Unidos e Índia) e um votou contra. O voto contrário foi justamente da Rússia que, por ser integrante permanente do Conselho de Segurança, tem direito a veto. Dessa forma, a resolução foi vetada e não conseguiu ser aprovada na reunião.

Como votou cada país:

A favor da condenação: Albânia, Brasil, Estados Unidos, França, Gabão, Gana, Irlanda, México, Noruega, Quênia e Reino Unido;

Contra a condenação: Rússia;

Abstenções: China, Emirados Árabes Unidos e Índia.

O projeto será analisado na Assembleia-Geral das Nações Unidas, que conta com 193 membros.