Morre Sabine Weiss, a última fotógrafa ‘humanista’

Paris (AFP) – A fotógrafa franco-suíça Sabine Weiss morreu na terça-feira (28), aos 97 anos, em sua casa em Paris, – anunciaram sua família e equipe em um comunicado divulgado nesta quarta (29). Nascida na Suíça em 1924 e nacionalizada com passaporte francês, Sarah, a última discípula da escola humanista francesa, morava em Paris. Foi na capital francesa que ela instalou sua oficina, em 1949, no Boulevard Murat, acrescentou sua equipe.