Município de Granja adquire cilindros de oxigênio e socorre cidade vizinha

O município de Granja, no interior do Ceará, adquiriu 40 cilindros de oxigênio no último sábado (20) e socorreu a cidade de Santana de Acaraú, que estava com falta do produto para tratamento dos pacientes com Covid-19.

De acordo com a Prefeitura de Granja,  a cidade conta agora com mais de 100 cilindros de oxigênio sendo reabastecidos diariamente, considerando os que já estavam sendo utilizados.

Municípios apontam crise de abastecimento

A aquisição do produto aconteceu após Granja ficar entre as seis cidades do Ceará que apontaram crise com falta de oxigênio, durante o levantamento feito pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP). A entidade enviou questionários a 2,5 mil das 5.570 prefeituras do país. Destas, 574 responderam na última quinta (18) e sexta-feira (19).

Na ocasião, a prefeitura do município respondeu “sim” à pergunta “Seu município tem previsão de desabastecimento de oxigênio que poderá comprometer os serviços de saúde?” e relatou ter estoque apenas para 48 horas.

Além de Granja, Coreaú, Apuiarés, Guaraciaba do Norte e Morrinhos afirmam que estão em crise por falta de abastecimento regular de oxigênio.

Veja o que disse cada município quando questionado se sofre ou não dificuldade em obter o insumo:

  • Coreaú – Sim. Não há estrutura para ficar com pacientes graves e hoje estamos com nove internados.
  • ApuiarésSim. Infelizmente essa realidade acreditamos ser de vários Municípios pois temos poucos cilindros, temos 06 unid. de 10m³; 03 unid. de 2m³; 01 de 3,5m³ e 03 de 1m³, até o momento 04 pacientes hospitalizados. Dentro dessa realidade se não aumentar o número de pacientes, teremos por 3 dias somente o abastecimento necessário.
  • Granja – Sim. O estoque disponível na unidade (UPA) garante apenas um abastecimento seguro para as próximas 48 horas.
  • Guaraciaba do Norte – Sim. Previsão de acabar em 48h
  • Morrinhos – Sim. Estamos tendo uma imensa dificuldade para reabastecimento de oxigênio devido à falta do gás medicinal nas empresas que fornecem ao nosso município e região. No momento, temos oxigênio para 48h, com previsão de reabastecer no sábado. Ressaltamos que o município necessita de cilindros de 10m³.

    No último dia 14, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT) afirmou em nota nas redes sociais, que não há falta de oxigênio no Ceará, mas existe um ‘problema na entrega” aos municípios.

    Com informações de G1 Ceará