PF deflagra operação contra agências de propaganda, políticos e empresários, no Ceará

A operação da Polícia Federal (PF) foi batizada de “Marquetagem”, em alusão ao significado do termo que define o uso da publicidade distantes dos valores reais de mercado.
Os pagamentos, totalizando o montante de R$ 25 milhões, teriam ocorrido por meio da simulação da prestação de serviços publicitários e do uso de notas fiscais frias, bem como através de doações oficiais para campanhas eleitorais nos anos de 2010 e 2014 para favorecer políticos em suas eleições.
Mandados foram expedidos pela Justiça Eleitoral do Ceará. Fortaleza é uma das três cidades onde a Polícia Federal cumpre 17 mandados de busca e apreensão no âmbito da operação Lava Jato.
A investigação teve início em 2018 com a colaboração premiada dos executivos do Grupo J & F na operação Lava Jato.
Com informações da Revista do Ceará.