“Por mim, não teria Carnaval”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quinta-feira (25), que  “por mim, não teria Carnaval” se referindo a realização da tradicional festa carnavalesca em tempos de pandemia. O presidente disse durante uma entrevista à Rádio Sociedade da Bahia.

“Por mim, não teria Carnaval. Só que tem um detalhe: quem decide não sou eu. Segundo o Supremo Tribunal Federal, quem decide são os governadores e os prefeitos. Não quero aprofundar nessa que poderia ser uma nova polêmica”, afirmou.

O presidente se referiu à decisão do STF que dá autonomia a estados e municípios para decidirem sobre as ações de enfrentamento à pandemia da Covid-19. 

Durante a entrevista, o presidente relembrou ainda o que aconteceu no ano passado quando ele declarou emergência no auge da pandemia, mas os governadores e prefeitos ignoraram e realizaram o Carnaval. 

Bolsonaro também comentou sobre as restrições da Europa como medidas de impedir mais uma onda de Covid-19 e afirmou que a economia pode quebrar se isso acontecer no Brasil.

“Estou vendo que alguns países da Europa estão retomando medidas de lockdown. Se tiver outro lockdown no Brasil, em estados e municípios, vai quebrar de vez a economia”, disse.