Procon Fortaleza abre investigação contra farmácias e laboratórios após denúncias de preços abusivos de testes de Covid-19

Procon Fortaleza abre investigação contra farmácias e laboratórios após denúncias de preços abusivos de testes de Covid-19 | Foto: Pixabay

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon), notificou, farmácias e laboratórios de análises clínicas da Capital para apurar denúncias de preços abusivos em testes de Covid-19. Os consumidores relataram aumentos sucessivos nos testes de Covid-19 durante as últimas semanas, com preços variando entre R$ 89 a R$ 300.

O Procon deu prazo de 10 dias para que o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos e a Sociedade Brasileira de Análises Clínicas orientem a seus filiados e associados sobre a notificação do órgão, que também alerta sobre preços abusivos na venda de máscaras, álcool em gel e luvas, bem como na realização de outros testes de infecções respiratórias.

Conforme a Diretora do Procon Fortaleza, Eneylândia Rabelo, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) é claro e veda a elevação de preços sem justa causa e também pede que o comércio não se aproveite de uma situação tão sensível para obter lucros.