PT rompe aliança com PDT no Ceará após 16 anos

Aliança entre PT e PDT é desfeita no Ceará | Foto: Reprodução

O Partido dos Trabalhadores (PT) aprovou resolução segundo a qual o PDT rompeu a aliança entre os partidos no Ceará. No texto cita que a decisão de lançar Roberto Cláudio como pré-candidato ao governo do Estado, pela forma como se deu, representou “rompimento tácito e unilateral da aliança até então estabelecida”. 

O presidente estadual do PT, Antônio Filho, o Conin, afirmou que o ex-governador Camilo Santana (PT) participou remotamente da reunião e deu seu aval à decisão. 

“O governador expressou sua concordância com a nossa resolução. Reiterou seu compromisso com o PT, disse que está firme com o PT e expressou para o diretório, o alinhamento da posição do PT com a sua posição”, disse.

O presidente estadual do PDT, André Figueiredo, disse que não há mais o que fazer após a declaração do ex-governador Camilo Santana e do PT.

“Desde ontem que nos manifestamos. Falamos que iríamos procurar o PT para seguir com nossa aliança. Estávamos disponíveis ao diálogo”, disse o presidente. 

“Então, veja bem, isso significa que o PT queria manter aliança exclusivamente com o nome de Izolda, não conosco”, declarou.