São Paulo empata com Rentistas 1 a 1 e adia sua classificação para oitavas da Libertadores

O São Paulo empatou em 1 a 1 com o Rentistas do Uruguai nesta quarta-feira em Montevidéu e passou a dividir a liderança do Grupo E da Copa Libertadores-2021 com o argentino Racing Club.

Luis Orejuela abriu o placar aos 4 minutos para o time paulista, mas Martín González empatou aos 14 para a equipe da casa no lendário estádio Centenário, na capital uruguaia.

O tricolor paulista perdeu a oportunidade de se classificar para as oitavas de final com antecedência, objetivo que teria sido alcançado com uma vitória.

Mas o modesto time uruguaio, e em particular seu goleiro Nicolás Rossi, destaque da noite, impediram esse objetivo.

São Paulo e Racing lideram a chave com 8 pontos, seguidos pelo Rentistas que tem 3 pontos e o Sporting Cristal do Peru com 1.

Ação e reação

Logo aos 4 minutos o colombiano Orejuela desviou uma cobrança de escanteio e colocou a bola no canto esquerdo superior, sem chances para o goleiro Nicolás Rossi.

Mas, longe de se intimidar, o Rentistas rapidamente se mostrou disposto a reagir.

Apenas três minutos depois, o São Paulo se salvou, em uma boa cobrança de falta do time uruguaio que passou a alguns centímetros da trave do time visitante.

O ‘Bicho Colorado’ não parou no ataque e, com uma elaborada sequência de passes, gerou uma boa jogada que terminou em um escanteio. A defesa do time paulista não soube afastar e a bola sobrou para Martín González, livre, deixar tudo igual.

Wellington teve uma boa chance de colocar o tricolor na frente aos 28, com um chute forte e certeiro que Rossi defendeu.

A primeira etapa terminou equilibrada, com as maiores situações de perigo para ambos os lados em lances de bola parada.

Porém, o Rentistas pareceu um pouco melhor, já que conseguiu se posicionar bem, impedindo as chegadas do São Paulo, que se mostrou discreto.

Goleiro Rossi salva Rentistas

As emoções voltaram rápido no início da segunda etapa. Logo no primeiro minuto o árbitro venezuelano José Argote marcou um pênalti para o São Paulo após um toque de mão na área de Joaquín Sosa.

Mas o goleiro Rossi pulou à direita e defendeu o chute de Victor Bueno.

Encorajados, os jogadores comandados por Martín Varini criaram algumas jogadas perigosas na área brasileira, enquanto o São Paulo se recompôs e também passou a pressionar no ataque.

Aos 65, o juiz marcou um ‘recuo de bola’ a favor do São Paulo que resultou em uma cobrança de falta incomum a partir de uma linha lateral da pequena área dos Rentistas, com uma barreira posicionada na linha do gol.

Mas Rossi conseguiu defender o chute salvando a equipe mais uma vez. O goleiro se consolidou nos minutos seguintes como o nome da partida ao evitar o gol em diversos avanços do tricolor paulista.

Aos 85, ele defendeu uma bomba de Welington que tinha endereço certo.

O time comandado pelo argentino Hernán Crespo ainda teve uma chance incrível de vencer a partida aos 90 minutos, com uma cobrança de falta dentro da área que Cristóbal tirou de cabeça, em cima da linha.