Sindicato dos Médicos solicita urgência na contratação de profissionais para Frotinhas do Antônio Bezerra e Parangaba

Frotinhas do Antônio Bezerra e Parangaba precisam de profissionais | Foto:

O Sindicato dos Médicos do Ceará encaminhou, na última sexta-feira (08), um ofício à Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza (SMS) solicitando a contratação urgente de mais profissionais da saúde para os hospitais Frotinhas do Antônio Bezerra e da Parangaba. De acordo com relatos recebidos pelo Sindicato, médicos estão sobrecarregados, principalmente na área da cirurgia.

Denúncia

Os médicos cirurgiões plantonistas alegam que, pela insuficiência de profissionais, estão precisando utilizar seu tempo para prescrever na enfermaria. Diante do cenário, os profissionais acabam por exercer atividades para além de suas atribuições, causando impacto direto na realização das cirurgias.

Segundo as denúncias, as cirurgias acabam por ficar para o período noturno, já que há dias em que apenas um médico cirurgião está em serviço diurno ou nenhum escalado à noite.

“É necessário que a SMS faça, com urgência, uma análise do dimensionamento de profissionais para estas áreas. Conforme relatos de inúmeros profissionais médicos, a situação está sobrecarregando todos, principalmente na área da cirurgia”, afirma o Dr. Leonardo Alcântara, presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará.

Gestão Municipal

O Sindicato dos Médicos ressalta que entidades de classe e os profissionais de saúde já alertaram, por diversas vezes, que a Gestão Municipal deve proceder de outra forma quanto ao assunto, mas a única resposta é a de que a SMS está aguardando o desfecho da finalização do procedimento licitatório tramitado nos autos do processo administrativo SPU nº P318028/2021, para, então, realizar encaminhamentos necessários. A entidade reitera que a licitação iniciou em 2021 e, até agora, não foi concluída.

Frotinhas

Em Fortaleza, existem três Frotinhas, unidades hospitalares de média complexidade para atendimento traumatológico, localizados nos bairros Antônio Bezerra, Parangaba e Messejana – este último, fechado para reforma desde setembro de 2020, ainda sem previsão de conclusão.