Sinovac vai realizar atualização da Coronavac para combater variante Ômicron

A farmacêutica chinesa Sinovac anunciou nesta terça-feira (7) que realizará a atualização da vacina Coronavac contra a Covid-19, para combater a variante Ômicron, em até três meses. A informação foi dada durante um simpósio realizado pelo Instituto Butantan em parceria com a empresa.

A vice-presidente da Sinovac, Yaling Hu, destacou que o primeiro passo para a atualização da vacina é isolar a nova cepa do coronavírus e fazer um teste de anticorpos neutralizantes. Após, serão feitas avaliações e estudos clínicos em diferentes faixas etárias. A previsão é que a pesquisa seja concluída em três meses.

De acordo com Yaling, a Sinovac terá capacidade para produzir de 1 a 1,5 bilhão de doses da nova geração da vacina. Ainda não há previsão de disponibilização da atualização pelo Instituto Butantan.

O presidente do Butantan, Dimas Covas, ressaltou que o instituto e a Sinovac continuam criando novas vacinas, não só a segunda geração da Coronavac. “Vamos anunciar estudos com alcance de variantes”, afirmou.