Trump diz ter recebido ‘sinais fortes’ dos palestinos

Bandeiras dos Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Israel e Estados Unidos foram projetadas nos muros da Cidade Velha de Jerusalém para comemorar a assinatura dos acordos de normalização das relações do estado judeu com os Emirados Árabes Unidos e o Bahrein. A assinatura foi realizada em Washington, na Casa Branca.
O presidente americano, Donald Trump disse que seu governo “recebeu sinais fortes” dos palestinos “de que eles gostariam de fazer parte do que está ocorrendo”.

“Recebemos sinais realmente fortes de que eles gostariam de fazer parte do que está acontecendo. Então, acho que veremos os palestinos em algum momento. Mas antes de vermos os palestinos, veremos países muito importantes entrar nesta transação. Eles estariam aqui hoje, francamente, se quiséssemos”, Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos.

No entanto, os palestinos fizeram manifestações contra os acordos selados na Casa Branca.
Nas últimas semanas, os palestinos acusaram os Emirados e o Bahrein de trair o “consenso árabe”, segundo o qual deve haver uma resolução do conflito entre Israel e a palestina antes de qualquer normalização das relações com o estado Judeu.
O presidente palestino Mahmoud Abbas afirmou que não haverá “paz” no Oriente Médio enquanto durar o que chamou de “ocupação” israelense dos territórios palestinos.

Foto: AFP