“Usar as estruturas de poder para enfraquecer o governo federal é atentar contra a democracia”, diz Marcos Rogério (DEM-RO)

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) disse em um vídeo que “usar as estruturas de poder para enfraquecer o governo federal é atentar contra a democracia”, o vídeo não está mais disponível em seu canal no youtube.

Nesta terça-feira (10), o senador afirmou que as elites brasileiras não aceitam até hoje a eleição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e por isso o acusam de antidemocrático, quando, na sua opinião, não é ele, mas o STF (Supremo Tribunal Federal) que tem atentado contra a democracia.

“O Supremo Tribunal Federal deixa de agir dentro dos contornos da Constituição Federal quando patrocina causas políticas, fala fora dos autos, palpita, se imiscui e age na prática de atos típicos e privativos do Executivo e do Legislativo”, disse Rogério.

Para o senador, a eleição do presidente Bolsonaro em 2018 foi um abalo contundente nas estruturas dominantes do Brasil, que consideravam ter a previsibilidade e o controle dos rumos do poder. Ainda de acordo com o parlamentar, como o povo brasileiro elegeu um mandatário diferente do modelo estabelecido pelo establishment, esses setores dominantes procuram sistematicamente enfraquecer o seu governo e rejeitar a escolha popular.

Marcos Rogério (DEM) que é da base governista e membro da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), considera que em um mundo ideal, o presidente deveria evitar certas condutas pessoais que fogem ao politicamente correto, mas, que na sua opinião, é difícil exigir isso diante da atitude de instituições que, ainda de forma sutil e aparentemente técnica e sofisticada, lançam agressões e perpetuam ações absolutamente fora de suas atribuições, assim se expressa o parlamentar.